Sexta, 30 de Outubro de 2020 06:15
(67)984435038
Dólar comercial R$ 5,77 0.03%
Euro R$ 6,74 +0.05%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.68%
Bitcoin R$ 81.312,06 -1.315%
Bovespa 96.582,16 pontos +1.27%
Economia STF

Empresário que foi ao STF com Bolsonaro reclama da demora na liberação de crédito.

Velloso participou da reunião em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes.

19/05/2020 21h33
112
Por: alessandro dias Fonte: FEQCECNEWS
As linhas de crédito criadas pelo governo federal para socorrer empresas na pandemia da Covid-19 não somam R$ 4 bilhões em todo o Brasil. O financiamento de salários, que o governo destinou R$ 40 bilhões de reserva totaliza R$ 1, 5 bilhão em utilização. O
As linhas de crédito criadas pelo governo federal para socorrer empresas na pandemia da Covid-19 não somam R$ 4 bilhões em todo o Brasil. O financiamento de salários, que o governo destinou R$ 40 bilhões de reserva totaliza R$ 1, 5 bilhão em utilização. O

As linhas de crédito criadas pelo governo federal para socorrer empresas na pandemia da Covid-19 não somam R$ 4 bilhões em todo o Brasil. O financiamento de salários, que o governo destinou R$ 40 bilhões de reserva totaliza R$ 1, 5 bilhão em utilização.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), José Velloso, reforça que o crédito não chega à ponta.

“Não fluiu, não chegou aonde tinha que chegar. A outra linha que foi criada, do BNDES, a gente julga que não foi uma linha emergencial porque ela é, na verdade, mais um produto do BNDES em função do custo.

É importante explicar que o dinheiro não vem direto do BNDES para as empresas, ele passa pelos bancos privados e aí chegam nas empresas.”

Velloso participou da reunião em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, e depois foi até o Supremo Tribunal Federal (STF) na companhia do chefe do Executivo. Ele garante que o governo reconhece que as linhas de crédito não surtiram efeito para as empresas.

O cenário da crise é ainda pior para o setor de micro e pequenas empresas, o mais atingido pela falta de crédito. O presidente da Abimaq, no entanto, diz que existe a possibilidade de que, com uso de um fundo garantidor, possa acontecer a diminuição dos juros e, assim, o crédito chegue à ponta finalmente.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Maracaju - MS
Atualizado às 07h01 - Fonte: Climatempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 27°

18° Sensação
21.1 km/h Vento
78.7% Umidade do ar
60% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (31/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 27°

Sol e Chuva
Domingo (01/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 28°

Sol e Chuva
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias